Homenagem ao Nosso Anjinho Gustavo

.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

"Amor além da vida, destinada a mães de anjos"

É como acordar e ver que tudo não passou de um sonho;
É como voltar de marcha-ré todo o caminho já percorrido;
É voltar a ser uma pessoa “comum” depois de um tempo se sentindo “especial”;
É ter que esperar passar o tempo para se sentir melhor;
É sentir que tudo ficou sem graça;
É saber que isso acontece, com muitas pessoas, mas não sentir alivio por não estar sozinha!
É sentir solidão porque já havia se acostumado em vê-lo todos os dias.
É procurar a causa da perda mesmo sabendo que não dá para encontrar;
É alternar fases de não querer mais engravidar com outras de desejar conceber imediatamente;
É ter acreditado que comigo não aconteceria esse imprevisto e perceber que essa sensação de proteção é falsa;
É conhecer mulheres que engravidaram na mesma época e observar seus bebes no colo e o seu não estar mais ali;
É sofrer sozinha, apesar do apoio da família e dos amigos;
É ter que encarar de frente a sensação de incompetência;
É exercitar a paciência para esperar o que o destino está guardando;
É sorrir, mas o coração esta em pedaços, e ter que caminhar com uma saudade infinita no peito…






Te amo filho lindo ♥

Um comentário:

  1. Amiga falou tudo nessa mensagem ...
    Força e fique em paz.
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigado por participar deste blog